09/09/2016

Entre o Agora e o Nunca

Postado por Liliane Cristine |

Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.

Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.

Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

Fiquei sempre muito interessada em ler este livro devido principalmente a quantidade de avaliações positivas que ele recebe, mas sinceramente esperava muito mais.

A autora, J.A. Redmerski,  escreve bem, posso também dizer que é um romance bonito e até um pouco erótico para quem gosta do gênero. Não que eu não goste, mas sabe quando fica muito aquém daquilo que se esperava? Pois é, achei ele fraco, com um enredo muito pobre e sem nada muito a dizer.

No começo fiquei muito interessada com a personagem Camryn, com uma personalidade interessante e até marcante, além da autora ter explorado no livro a narração tanto de Camryn como de Andrew em alguns capítulos, o que dava ao leitor uma melhor visão de cada personagem, mas depois da metade do livro em diante, acho que a autora só quis completar o livro com blá blá blá. E o que é aquilo quase no fim do livro (o segredinho de Andrew)? E com um desfecho tão rápido que nem deu tempo para sentir a emoção que o tema traz!

Sinceramente, acho que ultimamente está muito difícil encontrar romances com mais base e algo a dizer. Sei que os clássicos da literatura terão justamente isso que eu estou dizendo, mas não precisa ser algo complexo ou grandioso. Um romance que tenha mais conteúdo e enredo, não é pedir muito ou é? Fico aqui com saudades de tantos livros e séries que já li, mas que ultimamente está bem difícil filtrar com tanta coisa que estão publicando.

Mas, voltando ao livro, fiquei até curiosa com a continuação, Entre o Agora e o Sempre, me perguntando o que mais a autora tem para escrever? Será que ela fez um enredo mais interessante no segundo livro? Se alguém quiser comentar sobre isso, fica a vontade.
Mas, acredito que vou dar um tempinho nessa história e pensar se de fato vale a pena ler a continuação da história desses personagens...

0 comentários:

Subscribe