23/04/2014

Primeiro Amor

Postado por Liliane Cristine |


Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.

Primeiro amor - Um retrato comovente de um verdadeiro amor, que vai tocar o coração de quem tem um primeiro amor todo seu - James Patterson

O livro tem uma sinopse que me chamou a atenção: Duas pessoas querendo explorar lugares e ter novas experiências. Na verdade me identifiquei muito com isso porque eu e meu parceiro desde o ano passado fazemos exatamente isso (se quer saber das nossas explorações clique aqui). Então desde o começo o livro me prendeu e fiquei ansiosa para saber por quais lugares e experiências os protagonistas vão descobrir e passar.

Contudo o livro teve algo que me incomodou... Robinson apesar de ser um rapaz de muitas qualidades, agiu inconsequentemente durante o livro inteiro. Posso até ser rotulada como careta ou certinha (como a própria protagonista Axi é chamada), mas não tem como gostar da atitude de Robinson em ficar roubando carro ou moto para se aventurar. Para mim não combina boas intenções com más ações tudo junto, simples assim.

Na contra-capa do livro diz que o mesmo é baseado na própria vida do autor James Patterson, mas até onde é real e ficção?

E o título "Primeiro Amor" pelo contexto não me convenceu. A minha visão sobre o primeiro amor é puro, ingênuo e saudável; a história no meio de tanta rebeldia e más ações simplesmente não condizem com o que o título do livro (que originalmente em inglês tem o mesmo significado) propõe, independente do que Robinson sempre soube, que foi revelado ao leitor mais no final, aquilo não era desculpa para agir assim...

"Primeiro Amor" foi uma história simples e, certamente, uma leitura fácil. Tenho muita curiosidade em conhecer outros trabalhos do autor principalmente o livro "O Diário de Suzana para Nicolas" acredito que pelas ótimas avaliações positivas dele, o livro deve ser muito bom, ainda mais agora por saber que o autor escreve muito bem. Só que infelizmente "Primeiro Amor" baseando-se em seu enredo não me cativou. Mas, não desistirei do autor espero poder ler em breve outro livro dele...

Meu quote preferido:
"- Não importa como é o fim, o que importa é que ele chega. Bum, e acabou. Mas a vida, Axi... Existem níveis de vida. Você pode vivê-la bem ou ser um sonâmbulo." (pág. 228)

0 comentários:

Subscribe