28/03/2014

Garota Exemplar

Postado por Jader Dalmas |

Em Garota exemplar, a narrativa não linear de Gillian Flynn se alterna entre duas perspectivas opostas e conflitantes, construindo uma atmosfera dúbia, capaz de fazer o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Com um humor perspicaz, o thriller expõe as consequências psicológicas da deterioração de um relacionamento íntimo. Se para muitos o problema está em acordar e perceber que não se conhece muito bem a pessoa com quem se divide a cama, Flynn alerta: o inferno pode ser conhecê-la bem demais.

Na manhã do quinto aniversário de casamento, Amy desaparece da nova casa, às margens do Rio Mississippi. Tudo indica se tratar de um sequestro, e Nick imediatamente chama a polícia, mas logo as suspeitas recaem sobre ele. Exibindo uma estranha calma e contando uma história bem diferente da relatada por Amy em seu diário, ele parece cada dia mais culpado, embora continue a alegar inocência. À medida que as revelações sobre o caso se desenrolam, porém, fica claro que a verdade não é o forte do casal.

Garota exemplar é um livro de suspense no qual a trama parece uma novela brasileira a qual inicialmente tem uma direção, mas é balançada e pode ser alterada ao fim de cada capítulo. O livro apresenta um típico caso no qual a história perfeita é a mentira, a imperfeita é a verdade e vários nuances ocorrem em seu enredo que fazem o leitor desacreditar na premissa que ele criou inicialmente, e apenas uma leitura atenta esclarecerá qual é a verdadeira face da verdade.

Para quem gosta de descobertas e buscas policiais este é o livro, pois você leitor, junto com os policiais, tentará resolver este insolúvel enigma no qual seu companheiro é o maior inimigo, mas que esta premissa não tem importância depois de a verdade ser revelada uma vez que ela pode ferir, mas também demonstrar o comprometimento entre os envolvidos.

O que mais me chamou atenção no livro foram os planos mirabolantes que um ser humano pode planejar para se sentir seguro quanto ao seu lado da história, pois a justiça não está a fim da verdade, mas sim interessada nas provas que vão aparecendo em cada capítulo desta trama.

Em suma, é um livro de suspense que pode mudar tanto sua ideia quanto sua visão de segurança perante a criação de provas que podem ou não ser verdades, mas que no final das contas são provas as quais deveriam mostrar o verdadeiro ocorrido.

3 comentários:

Liliane Cristine disse...

Olá Lili estava com saudades de suas resenhas, tenho lido livros do gênero e tenho amado li Se houvesse amanhã de Sidney Sheldon e agora estou lendo conte-me seus sonhos do mesmo autor super recomendo e pode ter certeza que esse livro já está na minha lista de compra bjs.

Liliane Cristine disse...

Oi Luana! Eu gosto muito do Sidney Sheldon. Recomendo dele dois livros que li: A ira dos anjos e esse que você está lendo :) Se houver amanhã!!! Muuuuuito bom! Sò na época que li não fiz resenha dele por aqui... Uma pena, talvez ainda faça, mas acho que vou precisa reler rs
Beijos!!!!

Liliane Cristine disse...

Oi Lili.... faz a resenha SIM kkkkk, aposto que vários leitores que entram no seu blog e não conhecem Sidney Sheldon vão amar beijokas!!!

Subscribe