O terceiro setor tem um papel cada vez mais relevante na sociedade moderna, substituindo frequentemente a antiga ação do estado provedor. Este se tornou mais raro após o movimento de enxugamento das máquinas estatais, das restrições impostas pela necessidade de equilibrar as contas. São os movimentos sociais organizados e ativos que buscam constantemente as fontes de financiamento e trazem as respostas ansiadas por todos. Em um cenário assim, surge este livro incrivelmente inovador, que mostra às entidades sem fins lucrativos um novo modo de operação em nosso mundo cada vez mais conectado: uma abordagem em rede, ativada por tecnologias sociais, em que as conexões são aproveitadas para aumentar o impacto de forma eficaz das ações para a melhoria da nossa sociedade e planeta. As mídias sociais não são apenas ferramentas de gestão virtual de contato social, são poderosos instrumentos de estímulo de ações efetivamente transformadoras em todas as direções. Seu uso, direcionado de forma correta, pode potencializar e multiplicar a eficácia do terceiro setor de forma jamais vista. Não é à toa que o livro está em várias listas dos mais vendidos nos EUA desde o seu lançamento. É imperdível!

Mídias Sociais Transformadoras não apenas agrega valor ao ser lido, como também apresenta várias ocorrências de problemas entre empresas, celebridades, pessoas, em fim, o povo online e as ações do dia-a-dia de muitas pessoas. A maioria dos itens, senão todos apresentados no livro, retratam problemas enfrentados ao tentar progredir com uma organização sem fins lucrativos nesse mundo capitalista, sem contar que quando uma crise ocorre as pessoas não pensam em parar de tomar café da manhã ou de almoços, mas elas pensam em parar de ajudar os outros uma vez que não consigam ajudar a si próprios. Muitas pessoas podem se perguntar o motivo de ajudar os outros, mas vários gostariam de ser ajudados, e algumas destas organizações não tem o intuito de ajudar os mais necessitados, mas de promover uma ação e achar um grupo que simpatize com o tema proposto.

Como os assuntos no livro são intercalados, mas de modo organizado, fica fácil identificar situações pela prévia explicação dos itens que são desenvolvidos, além de que fica mais fácil se identificar com uma situação ou tema, até as vezes simpatizando ou recordando ocorridos pela internet. Em relação a outros livros sobre o mesmo tema, este é mais centrado e focado, até mais voltado para quem procura fazer uma pesquisa, adquirir conhecimentos ou seguir por um caminho em um trabalho mais aprofundado sobre o tema.

As partes que mais me chamaram atenção foram as que retratam o envolvimento de cada tipo de colaborador nas redes sociais, estas contém pessoas que criam, perguntam, partilham, visualizam e as que se envolvem com o tema. Além disso, são expostos métodos para melhor disseminar o tema das organizações sem fins lucrativos e até seguir uma sequência de passos para se manter atualizado quanto a rede.

Em geral, o livro deve ser lido por aquele curioso sobre o funcionamento mais aprofundado das redes sociais, não deixando de lado os que gostariam de um assunto mais técnico para um trabalho. Contudo vale a pena relembrar que o livro retrata mais sobre a inserção das organizações sem fins lucrativos no ambiente de mídias sociais, então se você procura algo para sua empresa ou até para você próprio, há outros livros em outros posts nesse blog que poderão lhe ajudar melhor.

0 comentários:

Subscribe