A crise, independente de sua natureza, requer ações rápidas e certeiras. Algumas surgem no universo digital e ganham força no próprio meio. Outras iniciam um protesto no mundo offline e tornam-se conhecidas somente depois que a manifestação se espalha pelas redes sociais. Essas crises podem, quando originadas no meio empresarial, afetar a estabilidade financeira, prejudicar o clima do ambiente corporativo e depreciar a reputação das instituições.
Como todo negócio possui um risco e a internet tem o poder de multiplicar o conflito, Patrícia esclarece que a opinião pública pode interferir em um negócio (com manifestações de grupos que boicotam o uso de determinado produto e provocam uma má aceitação) ou interferências negativas do governo (leis e normas que, em prol de uma causa, vetam a utilização de materiais ou ideias que diferenciariam o produto). A autora defende a importância de um plano de comunicação organizacional - já que nas redes sociais uma crise pode ser fortalecida por conta do acervo de registros.
"A empresa precisa investir tempo, dinheiro e contar com bons profissionais na fase de gestão de crise, pois um risco pode eclodir a qualquer momento, e não saber como lidar com ele pode levar a grandes perdas financeiras. Se crise ganhar força e sua marca estiver envolvida em um escândalo on-line, é preciso saber gerenciá‑la", esclarece. Ela orienta o leitor sobre como é possível montar um manual de gerenciamento de crise, identificando os riscos, minimizando as vulnerabilidades e prevenindo futuros conflitos. O livro traz cases históricos para mostrar ao leitor as proporções de uma crise e como seus prejudicados aprenderam, superaram as perdas financeiras e deram a volta por cima.

Caiu na rede é um livro voltado a crises entre empresas focando como a comunicação deveria ser abordada de modo a passar pela crise da melhor maneira possível. Os argumentos utilizados são todos exemplificados com cases (abordagem de um caso, ou exemplo sobre o assunto em questão) que são melhor detalhados no meio do livro, deixando assim a leitura muito mais interessante a partir deste estágio.

Como abordado no livro, toda a comunicação entre a empresa e pessoas, independente do meio abordado, devem seguir algumas regras segundo o tema e enfoque apresentado na discussão. Assim, outros livros lidos podem se apresentar mais fluídos do que este, mas com focos diferentes, sendo a gestão e gerenciamento de crises melhor abordados neste, que contém muitas dicas e métodos de como passar por estas etapas de dificuldade baseados nos cases de sucesso apresentados.

O que mais me chamou a atenção no livro foram as pesquisas executadas para a conclusão deste, uma vez que a autora estava pesquisando a fim de concluir o seu TCC e sendo ela mestre em comunicação e mercado, este livro conta muito para trabalhos de pesquisa já que a dela foi bem sucedida. Creio que seja por este motivo que em algumas partes do livro a autora repassa por um tema, por duas ou três vezes, pois quando estamos falando de um trabalho de conclusão de curso, apenas uma visão não é o suficiente para abordar um tema, fazendo-se necessária a argumentação deste tema por visões diferentes, a fim de melhor abranger as situações que podem ocorrer.

Em suma, acho que o livro se encaixa muito bem para quem procura algo voltado para a gestão e gerenciamento de crises nas redes sociais, ou para quem pretende conhecer melhor a influência que esta ferramenta promove nas vidas das empresas, assim como o poder que os clientes detém ao utilizar estes meios de comunicação digital. Como comentado em resenhas anteriores, este também se encaixa para quem está apenas pesquisando ou pretende fazer um trabalho na área, pois como é abordada visões diferentes pela autora, não é apenas lendo um livro que se tem embasamento para discutir ou escrever sobre o tema de modo aprofundado, mas sim lendo vários para se ter visões diferentes sobre distintos temas por diversos autores.

0 comentários:

Subscribe