Amy Winehouse é o primeiro título da coleção O Clube dos 27 e traz ao leitor a vida atribulada da cantora cuja voz inconfundível fez a alegria dos amantes de soul. A infância marcada pela separação dos pais, a importância da música desde cedo em sua vida, os relacionamentos difíceis, depressões repetitivas, vício em drogas, alcoolismo e temperamento explosivo... Amy deixou para trás um rastro de pólvora e, mais de um ano depois, o mistério persiste a cerca de sua morte. O Clube dos 27 traz em quadrinhos a vida, carreira e morte de um grupo de artistas e músicos influentes que faleceram aos 27 anos em circunstâncias perturbadoras, como Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones e Kurt Cobain. 

Estava ansiosa para ler e desfrutar as ilustrações deste livro.
O livro por ser de quadrinhos e com 48 páginas, fluiu em uma leitura rápida de no máximo 45 minutos.

O livro retrata a vida de Amy, de criança a adulta, até a sua morte em 2011. Devido o livro ser curto e em quadrinhos o foco maior foram de fato as ilustrações, que são maravilhosas. Lindas mesmo! Acho que esse é o grande marco do livro e talvez da série toda que para quem não sabe a editora Conrad irá publicar em quadrinhos a vida e obra de grandes artistas que morreram com 27 anos_"O Clube dos 27".


Além da breve biografia de Amy Winehouse, o livro traz algumas letras das suas músicas e quando elas foram escritas e inspiradas. Através de ilustrações você também tem ideia de como e quando o talento musical surgiu na vida de cantora...

A história da vida de Amy desde o começo eu achei muito triste, desde menina dá para sentir que a cantora vivia perdida e perturbada... E que infelizmente no fim ela não venceu suas dificuldades. Uma grande perda sem dúvida para o mundo da música, de fato é lastimável ver tanto talento sendo assim desperdiçado, devido principalmente a bebida e as drogas.

Para quem gosta como eu de histórias em quadrinhos com ilustrações tão ricas em traços e feito com um cuidado tão minucioso e caprichado desde a capa do livro até o final, vai sem dúvida adorar o livro!

E fiquei sabendo que a ideia da editora é lançar a série em um livro por ano. O segundo volume, já confirmado, será sobre a trajetória de Kurt Cobain, ex-líder da banda Nirvana.
Vamos aguardar!


Pontos positivos: A praticidade e versatilidade da leitura. Além da capa linda e seus desenhos ricos com traços perfeitos.

Pontos negativos: Apenas a biografia resumida, queria mais detalhes.

Estado de espírito: Curiosidade, pena e tristeza.

Tempo de leitura: 45 minutos.

Fez-me refletir sobre: A vida e a morte em todos os aspectos! E como determinadas pessoas se deixarmos podem influenciar nossa vida negativamente...

Temas relacionados: Música, biografia, drogas, depressão e paranoia.

Música: "Back to Black" - Amy Winehouse

2 comentários:

Hérida Ruyz disse...

Ei Lili,
Até tenho curiosidade pela Amy, mas confesso que não sou fã de biografias. rsrs
Porém, achei super interessante o formato do livro, com as ilustrações e quadrinhos. Muito bacana.
Bjs

Lili disse...

Oi Hérida! Eu também não sou fã de biografias, mas em formato de quadrinhos é tranquilo, não foi nada cansativo, pelo contrário, acho que poderia ter tido mais histórias e quadrinhos :)
Obrigada pela visita.
Beijossss

Subscribe