15/01/2012

Ecos da Morte

Postado por Liliane Cristine |


Sinopse:

Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres. Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.


O que me chamou a atenção de cara foi à habilidade um tanto mórbida e estranha da protagonista em encontrar cadáveres. Pois é, a protagonista Violet Ambrose herdou da família um dom raro em poder sentir através da audição e principalmente do olfato cadáveres sejam eles humanos ou de animais. Eu definitivamente fiquei instigada com a história e felizmente a autora conseguiu desenvolver o tema com bastante eloquência.

A autora Kimberly Derting fez um excelente trabalho em relação ao tema, fiquei totalmente integrada à leitura querendo saber como seria desvendado à captura do assassino, além da curiosidade em saber como isso seria integrado com o dom de Violet.

Outro tema que achei bastante interessante foi da protagonista estar tendo alguns sentimentos mais que somente amigáveis pelo seu até então sempre amigo Jay, eu simplesmente adoro esse mote em romances_ amigos que se apaixonam. Mas, voltando, de alguma forma Violet começou a perceber não apenas como engraçado e inteligente é seu amigo, mas também como ele é quente e sexy. E quanto mais ela tentava convencer suas amigas que ela não estava apaixonada por Jay, mais difícil era ela se convencer disso. É incrível como as pessoas mais próximas percebem?! Mesmo eles sendo inseparáveis desde os seus 8 anos, a mudança acontece e amigos e até familiares percebem... Bem, como a vida é! Achei muito bacana a autora desenvolver isso e apresentar esse tema tão bem.

Acho que a única coisa que mais me incomodou foi à falta de pistas e de detalhes sobre o que aconteceu com as meninas mortas pelo psicopata. Mas, como o livro é voltado mais para o público juvenil, pode-se dizer que cumpriu bem o seu papel. Mas, estou um tanto cansada de a maioria agora destes livros de romance sobrenatural e YA se tornarem trilogias ou séries.

Estamos perdendo o que de fato importa que é a criação de uma boa história e sinto que alguns autores(as), principalmente os(as) mais novos(as) no mercado estão cada vez mais focados(as) nas quantidades de livros e não na qualidade deles... E vendo como está em alta esse nicho (graças ao Crepúsculo e cia), as editoras abusam e manipulam comercialmente esses autores.

Fora isso o livro é ótimo e definitivamente não precisa de continuidade... Portanto, para mim, a história chegou ao fim.

3 comentários:

Daniela Tiemi disse...

Oi, Lili!
Eu tb adoro histórias de amigos que se apaixonam, acho mto mais real do q estes amores arrebatadores à primeira vista! Além disso, tb cansei de triângulos amorosos... E, principalmente, desta febre por séries... Mas, parece difícil fugir delas... =0/

Bjo.
www.livrosfilmesemusicas.com.br

Evelyn Cieszynski disse...

Os novos autores estão com certeza desviando sua atenção para o marketing, e deixam de lado (o que é lamentavelmente uma pena) a própria história.

Os novos livros estão reescrevendo histórias que fizeram sucesso no mercado, e essa mesmice parece não ter fim.

E os bons autores são deixados de lado ou nem mesmo são conhecidos.
É como se diz: só fez sucesso depois de morto.

Ufa! Que desabafo! =)

Lili disse...

@Daniela Tiemi

Pois é! Está totalmente difícil de fugir dessas séries que cada vez mais cresce exacerbadamente só com intuito de aproveitar o mercado de livros.

Uma pena =/
Beijos

Subscribe