05/12/2011

Amanhã Você Vai Entender

Postado por Liliane Cristine |

A jovem Miranda Sinclair precisa desvendar um enigma na Nova York do final da década de 1970. Em Amanhã você vai entender, seu melhor amigo é agredido na rua, um estranho pode ter invadido a casa dela e uma série de bilhetes, que ela não compreende nem tampouco sabe quem escreve, alerta sobre a morte de alguém. Alguém que ela poderá ajudar a salvar. À medida que as mensagens chegam, Miranda percebe que quem as escreve sabe de detalhes de sua vida que ninguém deveria saber. E, conforme as peças do quebra-cabeça se encaixam, ela finalmente percebe que a resposta sempre esteve ali, bem em sua frente - mas o tempo é ardiloso: guarda hoje momentos que só amanhã você vai entender. Amanhã você vai entender, segundo livro de Rebecca Stead, recebeu a Medalha Newbery, prêmio da American Library Association destinado às mais importantes contribuições norte-americanas à literatura jovem.

O livro narra à história de Miranda, uma menina de 12 anos que ganha e perde amigos, e lida com as dificuldades normais de uma garota de sua idade, mas suas preocupações assumem uma nova reviravolta quando ela descobre misteriosos bilhetes de alguém que tenta convencê-la que ele ou ela pode ver coisas que não aconteceram ainda...

Acrescentando fantasia e pitadas sobrenaturais, Amanhã você vai entender é um livro voltado mais para o público jovem, apesar de também empolgar os mais adultos. Recebeu em 2010 pela American Library Association, uma das mais importantes contribuições norte-americana à literatura jovem, o prêmio de melhor livro do ano da categoria jovem.

Foi pelo prêmio e a sinopse que acabei pegando o livro para ler! Afinal, o livro não tem muito o perfil do blog, mas fiquei realmente curiosa e quis conferir o que Rebecca Stead escreveu. Mas, confesso que fiquei decepcionada... O começo até é interessante, mas a história foi se perdendo em um mar de incidentes, que chegou uma hora que eu já não tinha mais certeza se havia de fato alguma história. Até o final do livro, percebi que a autora passou mais tempo se preocupando com a resolução do mistério do que com a história em si. Para mim um bom livro precisa envolver o leitor desde o começo até o fim. Essa premissa de que só o final vai ser surpreendente e criativo é chato demais...

Em suma, foi um pouco cansativo de ler e infelizmente os personagens não são carismáticos a ponto de ficar muito curiosa para saber o que irá acontecer com eles. Mas, o livro de fato surpreende no final. A temática viagem no tempo sempre me chama a atenção, tanto que tenho até mesmo um marcador dele aqui no blog, mas os elementos de ficção científica se perderam completamente, e no final, eu já não sabia mais o que o autor estava falando...

Agora, se você já leu o livro e gostou, por favor comente para nós! Será super bem vinda outras opiniões que irão sem dúvida enriquecer esta postagem trazendo para nós outras visões e entendimentos...

5 comentários:

Carla disse...

Olá!

Quando os personagens não são carismáticos, fico ruim engulir a história, parece que falta algo.

kkkk


Bjs

Kézia Lôbo disse...

A capa é tão linda e o enredo parece interessante, pena que seja tudo tão diferente e cansativo!!!

Adriana Leite disse...

Oi;
Sou sua seguidora e adoro seu blog, amo ler e também tenho um blog. Estou passando aqui pra desejar Feliz Natal! Quando quiser pode ir me visitar. Bjos

Adriana Leite
http://aleiturafazviajar.blogspot.com

Beli disse...

Confesso que queria ler esse livro por causa da capa: adoro uma paisagem urbana e acho que está linda essa ilustração!
Mas agora, não sei não, já li outras resenhas que apontou aspectos negativos na história e então não estou tão empolgada para ler... Mas muito boa a resenha, Lili!

Bjuss

Lili disse...

Oi Beli, de fato foi exatamente isso que tb me chamou mais a atenção do livro (a maravilhosa capa) rs
Mas, não fez muito a minha cabeça não. O estilo não é para mim...
Obrigada pela visita!

Beijos
Lili

Subscribe