11/08/2010

Vem aí a 21ª Bienal do Livro!

Postado por Liliane Cristine |


Este post tem como finalidade proporcionar uma discussão construtiva a respeito da Bienal do livro que está por vir e da minha impressão geral da última em que fui aqui em São Paulo...

A 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 12 a 22 de agosto, está logo aí...Pensando nisso, estava agora a pouco no twitter falando exatamente sobre a última Bienal do livro que estive presente. Acho que foi mais um desabafo mesmo, expondo o que ví e ansiando que desta vez a Bienal seja muito melhor. A minha querida amiga Lilian, me deu a idéia em fazer este post sobre a minha última experiência e o que eu espero para logo mais, então vamos lá...

Bom, espero sinceramente que desta vez a Bienal do livro seja melhor. Por que? Da última vez o evento ficou muito aquém do esperado, pelo menos para mim. Sabe o que senti sinceramente? É como se tivesse apenas numa mega livraria, lotada de gente olhando livros. Achei de certa forma até pior que muitas grandes livrarias que temos por aí...A maior parte das editoras e até algumas livrarias não proporcionaram nenhum conforto ao público em suas stands...Não tinham poltronas, sofás ou até mesmo cadeiras e mesas para você apreciar e folhar os livros. Fiquei somente de um lado para o outro vendo livros, com preços nada atraentes! O que também esperava encontrar. Afinal, a entrada mais o estacionamento se você for ver bem já dá o preço de um livro, então...

Provavelmente teve palestras, debates, workshops, mas no dia em que fui só ví grandes filas e uma enorme espera para o evento. O que acabou me desmotivando: grandes públicos para pouca programação não é digna de um evento cultural interessante! Mas, mesmo assim acho que palestras em geral, autógrafos e vendas de livros é muito pouco para um evento que se diz ser um grande espaço CULTURAL!

Estava nesses dias visitando alguns blogs e encontrei um com um post muito interessante da nossa colega Adriana Ornellas, que é bibliotecária, dando uma pincelada bastante interessante sobre a anatomia do objeto de que tanto gostamos: o livro. E fiquei muito interessada no breve material da nossa colega. Imagina isso num evento cultural? Expondo para nós aficionados por livros e principlamente para as crianças que geralmente vão numa excursão de escola com anseio de ver algo interessante e bastante lúdico! Fico aqui pensando, por que um evento grande como esse não pode proporcionar algo assim? As editoras publicam os livros não é mesmo? Não seria interessante apresentar como os livros são feitos? Isso é um exemplo claro! Mas, seria algo interessante que além de alimentar nossa curiosidade com certeza iria motivar novos leitores... Afinal um evento deste porte, tem como obrigação fazer novos leitores. E para isso acontecer precisamos de materiais e programações culturais mais construtivas do que somente expor livros numa estante!

Eu dei uma boa olhada na programação cultural que a Bienal do Livro irá apresentar. Desta vez, iremos ter 7 (com algumas subdivisões, mas com muitos horários e dias repetidos) para o público geral e somente 3 infantis! Muito pouco não? Resumindo, teremos 10 programações diferenciais para 10 dias de evento. Ou seja, uma programação cultural por dia, que igual da outra vez, provavelmente terá filas imensas ainda com o risco de você ficar de fora. Porque normalmente as salas são minúsculas permitindo somente um certo número de pessoas, o que para mim é um outro grande erro...

A Bienal do Livro deveria ter como principal objetivo a finalidade de motivar mais a literatura, sendo assim um agente facilitador e não um mero "shopping de livros"! Como eu disse anteriomente no twitter, quando eu quiser comprar livros, eu vou na livraria mais próxima de minha casa! Que provavelmente além de livros, terei todo o conforto e tranquilidade em folhear e apreciar um livro!

Para terminar, ví na página de programação deles isto: "Além da larga oferta de livros, a Bienal oferece uma intensa programação cultural, desenvolvida para despertar o gosto pela leitura em mais de 700 mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos."

Espero sinceramente estar enganada! E se assim estiver postarei com muita alegria as minhas premonições equivocadas!  Mas, com este 'slogan' visualizo mais uma vez exatamente o que aconteceu na 20ª Bienal do livro de São Paulo: Livros com poucas promoções, programações culturais escassas, e muitas pessoas andando de um lado para o outro tendo no olhar a mesma expectativa que procurei da última vez...

Mais informações a respeito do evento:

http://www.bienaldolivrosp.com.br/

16 comentários:

Lilian disse...

Pois é. Lendo o seu relato eu até desanimo de ir. Temos um evento cujo ingresso não é caro, o que atrai muitas pessoas e, pelo que vc falou, não existe uma infraestrutura boa o suficiente para atender a essa demanda. A Bienal deve ser uma oportunidade para celebrar a leitura e o livro, não mais um lugar para se vendê-los. Se for, será a primeira vez em 20 anos! (Pode rir, eu deixo, eu fui uma única vez, em 1990, acho, com a escola e era no Ibirapuera, se não me engano.)
Enfim, vamos torcer para as coisas serem diferentes este ano!

Vivi disse...

Difícil não enxergar o "$" como prioridade em tais eventos. A leitura parece ser de menor importância. Aqui em BSB desisti de ir a chamadas feiras do livro também. Geralmente as considero desorganizadas, descontextualizadas, pouco atrativas, nada criativas. Se considerarmos os baixos índices de leitura nesse país, porque não investir em formação de leitores?

Beijocas

Lili disse...

Vai sim Lilian! E eu desejo sinceramente fazer um post positivo da 21ª Bienal do livro =)

Vou dar mais uma chance...E recomendo todos irem e ter suas próprias conclusões.

E não rio de você não! A 20ª foi a minha primeira =)

Vamos torcer para em evento cultural de fato! E com o mínimo de conforto para pessoas como meu pai de quase 70 anos melhor aproveitá-lo!

Beijos
Lili

Lili disse...

Pois é Vivi! Vou dar mais uma chance, mas estou motivada mesmo é para encontrar algumas amigas blogueiras, fazendo disso efetivamente um encontro cultural =)

Mas, depois relato as minhas impressões seja por aqui ou pelo twitter ;)

Beijos
Lili

Sweet-Lemmon disse...

Não vou negar eu adoro a Bienal. Vou desde 92 e depois de tantos anos aprendi que os preços ñ são convidativos (a não ser em stands menores) e o local em si não é dos mais 'confortáveis'. é Por isso que nas últimas edições só vou durante a semana: mto mais calmo! Acho que a Bienal é mais um evento para editoras- e para vc conhecer alguns livros (e depois comprar no submarino:P)
Do ponto de vista da leitura e do leitor, o melhor é mesmo a Flip.
Não me lembro se foi na última ed. mas teve 1 ano em que qdo a gente gastava 1 certo valor, ganhava 1 cupom c/ desconto p/ usar em livrarias. Muito Bom!:D
Mas, enfim, como eu disse, apesar de tudo eu adoro a bienal e não vejo a hora de ir:)

Regina disse...

Oi Lili

Eu já fui a várias bienais e adoro! Gostaria de poder participar mais, mas como moro no interior sempre vou rapidinho e vejo as novidades.

Esse ano estou planejando ir no domingo - dia 15/08.

bjs

Liliana disse...

Lili adorei seu post. Você falou somente verdades. Infelizmente as bienais (tiro pela de Fortaleza) viraram um shopping center de livros, onde a meta são vendas. Os eventos literários acabaram ficando para trás. Aqui felizmente tivemos bons eventos (apesar de poucos acabarem participando devido ao tamanho do local disponibilizado ou a questão de terem ou não senhas (se você comprou tantos livros... ganhava a senha o que volta ao "comércio)Estou muito esperançosa dessa bienal de SP pois o mais importante para mim será o nosso encontro. Vou adorar conhecer todas. Beijossss

Cláudia Charão disse...

Nossa Lili! Eu nunca fui e nem vou na Bienal esse ano pois moro no RS e falta R$ hehe, mas fiquei feliz em ler o seu post - não por ter sido assim no ano passado, mas pela sinceridade, por tudo que vinha lendo por aí tinha uma idéia bem diferente é la - de qualquer maneira vou ficar torcendo para que seja diferente esse ano - que vá além de uma mega venda de livros.

Bom evento para vocês :)

ligadona disse...

Ai!!! Eu tô contando os dias pra chegar aqui no Rio de novo!! rsrs...Adoooro a Bienal, embora eu nunca compre livros lá porque ficam mais caros..Prefiro ir pra ver as entrevistas e tirar fotos e tals!
=1

Daiane Santo disse...

Oi, tudo bem? Estou divulgando meu blog. Se quiser conhecer e seguir, sinta-se a vontade.

Volitando no Universo

http://volitandonouniverso.blogspot.com/

Lili disse...

Obrigada pelos comentários meninas! Eu também adoro a Bienal! Afinal, você encontra todos os livros em um só lugar! Mas, como nada é perfeito o jeito é aceitar e valorizar o melhor que tiver por lá! Estarei verificando tudo e depois conto para vocês ;)

Beijos
Lili

Carol. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol. disse...

Olá, estive ontem na bienal e estou SUPER realizada pois conheci pessoalmente o autor Conn Iggulden! Escritor da série O imperador. No salão de idéias, ele atendeu a um bate-papo e respondeu as perguntas do público com muito bom humor, ele foi uma graça, e depois deu autógrafos. Eu acho que a bienal é um ambiente também para trazer os autores mais próximos dos leitores ( o que é maravilhoso e tão “realizante”), afinal, somos nos que fazemos deles o que são (digo na carreira). Sim, eu concordo em alguns aspectos com você, os preços NÃO são nem um pouco convidativos, muito pouco desconto, mas acho que essa parte que citei aqui vale MUITO apena, esse ano, vários escritores vão estar lá, como o que escreveu 'O mundo de Sofia', 'O menino de pijama listrado' entre outros, alem dos nacionais. Portando, vão sim e divirtam-se! Eu me diverti.

Dri disse...

Oi, Lili!

Gostei muito do post e compartilhado das sua opiniões, pois aqui no Rio não é muito diferente: os preços são os mesmos (às vezes até mais caro), os eventos tem pouca capacidade em proporção com a quantidade de pessoas que frequentam. A minha maior reclamação é sobre isso: a quantidade de pessoas. Quanto mais melhor, claro. E apesar do espaço utilizado aqui no Rio ser grande, o lugar ficar simplesmente LOTADO, não há como andar, muito menos como procurar por livros! É totalmente desconfortável! Sem dizer que os lugares para comer são poucos e super caros. Apesar de eu ser muita suspeita para reclamar disso, pois detesto qualquer lugar muito cheio com aquele zumzumzum de vozes, já vi muitas pessoas reclamando disso. Então, como você disse, é preciso repensar o evento e avaliar se os objetivos do "evento cultural" estão sendo atingidos. Por outro lado, apesar de tudo isso, gosto muito e não deixo de ir, evito os finais de semana para fugir da multidão, mas na última só pude ir durante o final de semana... e para piorar, no penúltimo dia. Então, estava lotado. O bom da bienal são as oportunidades que temos para conhecer alguns autores. Mas mesmo assim, depois de muita fila.

Agradeço muito por você ter lembrado do blog. Não sabe como fiquei feliz. Lembro que assim que começamos a ter contato, você comentou que eu e a Claire deveríamos ter um blog. Nessa época, já tinha o A menina... mas não postava. E é ótimo depois disso tudo, ver você citando um post de lá. :-)

Vários beijos!

Lili disse...

Oi Dri! Pois é querida, realmente não foi diferente como já bem sabemos rs Estava lotado demais, até muito mais que da última vez há dois anos atrás. Não sei se foi devido a presença do Padre Marcelo que teve uma das mais ou senão a maior fila do evento! Não tinha como passar o corredor sem furar a fila... rs
Mas, exceto isso e os valores dos livros, eu gostei!

É verdade!! Eu lembro quando disse isso para você e a Claire! =)Fico feliz que você tenha colocado no ar o blog! Sempre que possível estarei dando meu pitaco por lá ;)

Beijos querida,
Lili

Daniela Tiemi disse...

Ai, q medo de me decepcionar! Nunca fui à Bienal antes... E não vai sair barato eu sair da minha cidade para ir até São Paulo para o evento, tenho que bancar a gasolina, os pedágios (são três!!!), o estacionamento, etc. Enfim, espero valer a pena! =P
Bjo.

Subscribe