20/08/2010

A Escolha de Cada Um

Postado por Liliane Cristine |


A Escolha de Cada Um nos ensina a reconhecer nossas limitações, nossos problemas, e nos impulsiona a ir ao encontro das soluções, buscar as oportunidades que a vida nos oferece. Alerta-nos para combatermos nossa inércia, nosso amortecimento, pois eles nos imobilizam, impedindo-nos de enxergar acontecimentos importantes. Esquecer o passado e ir em busca de nossos sonhos, nossos ideais. Ensina também que a existência continua, mostra um caminho iluminado, deixando-nos ver os obstáculos a superar. Dá a todos os mesmos direitos: à felicidade, ao sucesso, ao amor. Ele nos ensina a fazer escolhas. Escolhas certas. É um livro instigante, porque mistura realidade cotidiana com trechos totalmente surrealistas, História; e fala, acima de tudo, sobre o amor e seu poder de transformação.

A Escolha de Cada Um traz, em sua primeira parte, a história de um personagem inédito: um livro dotado de emoções e sentimentos, narrando sua trajetória. Ao lado de seu autor, a obra fica na expectativa pelo sucesso editorial; depois fica órfão e cai no ostracismo, vivendo a experiência das críticas depreciativas, até ser descoberto e se transformar num dos maiores bestseller mundiais.
Na segunda parte, o enredo gira em torno de Anna, uma executiva bem-sucedida, com uma vida quase perfeita, exceto pelo grande vazio que existe em sua alma. Seu maior medo é voltar a amar. Estressada com o trabalho, Anna parte em viagem para Petra, na Jordânia, um sonho almejado há tempos. Lá conhece John, um turista americano e nasce uma grande paixão entre os dois. Uma semana depois, de volta ao Brasil, ela tenta, sem sucesso, comunicar-se com ele. Desesperada, decide viajar até Nova York para buscar respostas; porém, quando chega ao endereço dele, tem uma grande revelação. Com um final surpreendente, A Escolha de Cada Um é um verdadeiro registro de ideias inspiradoras. Mostra a obrigação de se lutar por nossos sonhos pessoais e permitir ao Universo conceder-nos suas bênçãos. A grande lição é crer em todas as possibilidades oferecidas pela vida e ter a coragem de fazer nossas escolhas.

***

Após a leitura o que posso dizer caro leitor do Nossos Romances senão que o livro é uma bela surpresa? Tanto a história, os personagens, a mensagem transmitida, muito embora a experiência não possa ser adquirida da noite para o dia. Mas, que nos impulsiona a refletir a vida, as nossas escolhas e a coragem de mudar! Eu estou ainda deslumbrada com o que li...

A forma como a autora Regina Monge dividiu o livro é simplesmente genial! Eu não vou dizer para não estragar a surpresa, mas com toda certeza o leitor se surpreenderá com a originalidade do tema e criação da autora. E não se engane pela capa, o livro não é auto-ajuda! Apesar de motivar a reflexão, ele engloba de tudo um pouco, desde romance, drama, surrealismo, espiritualidade, enfim, instigo você a ler e descobrir!

Em suma, o livro tem uma linda lição de vida, com uma viagem fascinante através do nosso mundo interior. Enfatizando a importância de nossas escolhas e que somente através do amor alcançamos o nosso verdadeiro propósito. E afinal o que queremos é ser felizes não é mesmo? E se o caminho que escolhermos não nos levar a isso, então algo tem que ser mudado! E isso, dependerá somente de nós e de nossas escolhas! Como a própria autora cita no livro: "A grande lição é crer em todas as possibilidades oferecidas pela vida e ter a coragem de fazer nossas escolhas."

Para terminar, não poderia deixar de citar um trecho do livro, tem muitos, mas somente para uma pequena degustação literária, deixo com vocês um diálogo entre os personagens Anna e John:

 "Enquanto percorriam seus corredores, admirando e comentando suas valiosas e belíssimas obras, John e Anna também aproveitavam para conversar.
- Você já parou para pensar na vida como uma tela em branco, na qual se vai pintando o seu transcorrer? Na infância, você dá as primeiras pinceladas, na adolescência começam a aparecer os traços, na idade adulta começa a dar forma às imagens e na velhice tem a obra inteira, por completo... Não é magnífico isso? Nós podemos criá-la, desde o iníncio  - comentou John.


- Isso é muito profundo, nunca a imaginei dessa maneira. Somente às vezes temos o total controle das tintas e das formas registradas nessa grande tela. Mas, talvez, faça algum sentido. Eu agora estou colocando forma na minha tela, estou moldando-a, e posso dizer que ela está ficando linda! - completou Anna.


- A vida é isso, uma obra de arte, porém simples de executar: cada um, com o talento recebido, pode pintá-la. Mas as pessoas querem fazer algo complicado e acabam borrando tudo, estragam sua obra de arte. Viver é simples, conviver é mais simples ainda. Basta deixar-se levar e não interferir nos direitos do outro, respeitar a pessoa ao lado, seus defeitos, suas qualidades, suas emoções, seus prazeres, enfim, tudo. Cada um é cada um, e somos todos diferentes ..."


Ainda preciso dizer que esse livro será lido e relido por mim muitas vezes?
Com toda certeza recomendo!

Sobre a autora

Regina Monge nasceu em 1967, na cidade turística de Águas de São Pedro, interior de São Paulo. Em 1987, mudou-se para a cidade de São Paulo, onde vive até hoje. É comunicóloga, formada em Comunicação Social, com especialização em Produção Editorial pela Universidade Anhembi Morumbi. Tem MBA em Marketing pela ESPM e Especialização em História e Linguagem do Cinema pela PUC-SP. Desde adolescente sentiu-se atraída pela leitura; no início, teve sua curiosidade despertada pelas biografias dos grandes líderes; em seguida, começou a escrever suas primeiras poesias, deixadas de lado pela correria da vida. A ideia da primeira parte de A Escolha de Cada Um surgiu no início dos anos noventa. Memorizou-a pelo período de dez anos quando, de repente, começou a receber uma nova inspiração para a segunda parte. Este livro também faz parte desses mistérios do Universo, que só o tempo explica. Para ele existir houve um longo processo, porém a autora teve coragem de fazer sua escolha.



E-mail da autora: autora_aescolha@terra.com.br

http://aescolhadecadaum2010.blogspot.com/

http://twitter.com/ReginaMonge

13 comentários:

Luka disse...

Diferente né ?!
Parabéns pela resenha.

Bjs
Luka

Lu disse...

arrasou na resenha. =)
ótima!!
Não conhecia esse livro, mas parece ser bom. é diferente do que estamos acustumada a ler. ^^
beijos.

Beli disse...

O livro tem um titulo simples e que chama a atenção! Um livro diferente... gostei bastante da história!

A Verdade Sobre Deus disse...

Olá, pessoal nota 10!

Acomapanho este blog já há algum tempo e gostaria de saber se vocês não teriam interesse em fazer uma resenha do meu livro para o blog.

Lá vai o link:
http://livrosfalantes.blogspot.com/2010/05/um-crime-passional.html

Valeu galera.
Mauricio Novais
mauricio74321@hotmail.com

Vivi disse...

Oi, Lili!
O enredo parece belíssimo e de muito bom gosto. Esse trecho tem tudo a ver com você.

Beijocas

NewsDance disse...

Lili, sua resenha está ótima. Realmente, Regina Monge produziu uma obra atual, de ótima qualidade e com passagens que são verdadeiros achados de criatividade. Li, gostei bastante e recomendo. Horacio

Kézia Lôbo disse...

Bem diferente e interessante!
A resenha me deixou com muita vontade de ler!!!

Familia disse...

Ola achei sua resenha incrivel.o livro e muito legal eu recomendo, um livro pra ler refletir e reler varias vezes.

Cláudia Charão disse...

Pela resenha e pelo trecho me interessei, parece um desses bons para refletir, sabe que eu estou lendo um desses que não acrescenta quase nada.

Thais disse...

Quero muito ler!!

Catherine disse...

super giro este blogue! adorei!

;D parabéns!

Catherine,

http://chovemlivros.blogspot.com/

Dominique disse...

Foi sua resenha lá no skoob que me motivou a ler esse livro. Adorei!

Dandra disse...

Sua resenha ficou ótima. Esse livro deve ser lindo.

E pela capa, não estava muito afim de ler, mas depois da sua resenha...

Subscribe